Por que a tinta das tatuagens fica pra sempre na pele?

As tatuagens existem há mais tempo do que você imagina, o primeiro registro foi encontrado em uma múmia peruana de 6.000 anos a.C. Impre...


As tatuagens existem há mais tempo do que você imagina, o primeiro registro foi encontrado em uma múmia peruana de 6.000 anos a.C. Impressionante, não? Agora, levando em conta que o corpo humano perde de 30 mil a 40 mil células de pele por hora, quase 1 milhão de células por dia, como é que a tatuagem não desaparece com o tempo? Ou por que o organismo não se livra da tinta através do sistema imunológico?

A resposta para esse dilema é bem simples, ao tatuar, o pigmento que a agulha deposita fica em uma camada mais profunda da pele (derme), do que a camada externa que é trocada (epiderme), e é por isso que a tinta da tatuagem não desaparece com o tempo.

Ta, mas e por que o sistema imunológico não se livra da tinta? Bom, cada picada da agulha é uma ferida, á qual o corpo reage iniciando um processo inflamatório. Isso quer dizer que, o corpo vai enviar células para o local da ferida que vão tentar limpar a tinta para curar a inflamação causada por ela. O que sobrar é absorvido por células chamadas fibroblastos, que ficam na derme pra sempre.

Quando você tenta apagar a tatuagem com laser, os raios rompem os fibroblastos em pequenos pedaços que serão reabsorvidos pela sua pele novamente apagando o desenho.

Caso queira saber mais, abaixo deixo o vídeo de um TED que explica o mistério por trás das tatuagens.


Por Yasmim Aguiar

Conheça também esses posts!

0 comentários

Instagram