O sentimento que a saga Harry Potter desperta nos fãs

Eu juro solenemente não fazer nada de bom! A nostalgia é enorme ao falar de Harry Potter quando se é um fã incondicional, ainda...

Eu juro solenemente não fazer nada de bom!
A nostalgia é enorme ao falar de Harry Potter quando se é um fã incondicional, ainda mais tentar passar um pouco do que a saga significou para a minha vida. Harry Potter, que já é mundialmente conhecido, além de sucesso nos cinemas, se transformou em um fenômeno de estimulação a leitura, e com suas mensagens ajudou crianças e adolescentes a moldarem sua personalidade.

O mais bacana quando uma história te conquista é perceber tudo que a escritora quis passar, além da história. Se apaixonar pelos personagens, se identificar e mais ainda, imaginar-se naquele lugar (Ainda espero minha cartinha, JK). Hogwarts sempre passou a ideia de ser a escola em que todos podem fazer parte, que dá liberdade para sonhar, ser você mesmo, quase que uma espécie de porto seguro.

E como muitos fãs dos Beatles fazem, ao dizer qual é seu beatle favorito, ocorre isso com os personagens de Harry Potter. Com qual você se identifica? No momento me identifico mais com Snape por manter sua lealdade e amor com uma pessoa que não está mais na sua vida, mas já houve momentos de Hermione, no qual critiquei as pessoas que queiram se impor sobre outros, meu momento Harry, onde demonstrei respeito e atenção por todas as pessoas ao meu redor e por aí vai.

Não há como fazer uma biografia da minha vida sem citar o que extrai dessa história, tudo que me trouxe, seja querer ler outros livros, seja tatuar algo no corpo, a compaixão pelas pessoas a minha volta... Tudo pode visto nas páginas deste mundo mágico que fez todos sonharem e pensarem igual ao professor Gilderoy Lockhart, que em certo momento diz "isso até parece magia".

E talvez, de um modo fantasioso, esta seja uma parte da biografia de JK Rowling, que nunca escondeu que a história possui grandes influências da sua vida pessoal, como é notado em Hermione, quase uma personificação da própria, uma mulher de atitude e lutadora. Outras influências saíram de amizades e outras de seus sonhos, como os dementadores que são seres que representam a falta de alegria nas pessoas e situações ruins na memória, como a depressão. Mais personagens merecem destaque, como o professor Dumbledore, que sem a menor intenção, JK o criou como um homossexual.



Seus leitores absorveram esse fato e souberam trabalhar melhor algumas intolerâncias da sociedade  como nenhuma escola poderia fazer.

Outro destaque fica por conta de Luna Lovegood, uma menina inteligente e sem medo de transparecer quem realmente era, além de não se importar com a opinião de terceiros que podiam até pensar que ela tinha "um parafuso a menos". Muitos personagens ganharam personalidades e de alguma forma exporam questões importantes que toda criança e adolescente já sofreu na vida real. Vemos também o adversário de Harry, aquele que não deve ser nomeado, sendo um quase ditador que têm seus seguidores e vive em busca do poder, ficando "sem humanidade", vamos dizer.

O significado dos livros de Harry Potter para muitas pessoas que cresceram lendo, tem certo impacto e representam uma relação de amor, respeito e apreço as coisas boas da vida. Tudo pode ser levado através dessas histórias e sempre que pudermos revivê-las, pode ter certeza que em Hogwarts você se sentirá em casa. MALFEITO FEITO!

Por: Wellington Macedo

Conheça também esses posts!

0 comentários

Instagram