Simplesmente Irresistível

Oi meu povo, tudo bem?! Essa semana volto às resenhas… Pois é, e voltei com a corda toda! Meu primeiro livro da mais que elogiada escrito...

Oi meu povo, tudo bem?!

Essa semana volto às resenhas… Pois é, e voltei com a corda toda! Meu primeiro livro da mais que elogiada escritora americana Rachel Gibson, como vocês já puderam ver pelo título, o nome do livro resenhado de hoje é Simplesmente Irresistível.
Juro, não vou enrolar, só dizer que depois dessa leitura tão fofa e fluída, este será o primeiro de muitos livros que vocês verão por aqui da Rachel. Pronto agora eu começo!


O livro é dividido em passagens de tempo e começa com a personagem principal Georgeanne ainda criança em uma aula de matemática, mostrando claramente as dificuldades da menina no aprendizado da matéria. Logo depois o narrador nos mostra uma conversa da avó da menina, responsável por sua criação, com um médico que diagnostica a menina com uma disfunção cerebral, mais tarde a própria Georgie descobri que o que tem chama-se dislexia. O médico diz a avó da menina que ela nunca será “brilhante” e dá o conselho que a responsável pela menina a coloque em uma escola para moças, para aprender coisas como cuidados pessoais e do lar, ou seja, para que no futuro encontre alguém abastado case-se e que fique responsável por ela. Depois de saber de seu “problema” Georgeanne fica arrasada, mas “encara a realidade” de suas limitações e segue em frente.

Nossa primeira passagem de tempo, e conhecemos o astro do hóquei John Kowalsky, um homem amargurado (não vou dizer a vocês o motivo, é surpreendente descobrir com o folhear das páginas) e debochado que vai até o casamento do chefe Virgil Duffy por obrigação, faz uma média e após saber de algumas fofoquinhas sobre a noiva, o noivo e o casamento decide ir embora. Nosso protagonista fica sabendo que o dono do Chinooks se casaria com uma moça com idade de ser sua neta, e que conhecera a mais ou menos um mês. Logo que chega a seu carro John é surpreendido com uma menina belíssima num vestido rosa e curto correndo loucamente pedindo que a esperasse e logo depois uma carona. Os dois engatam em uma conversa que nossa protagonista mais fala do que escuta e os dois acabam se apresentando. E é nessa viajem de carro que John descobre que a menina vistosa que encontra-se ao seu lado é a noiva de seu chefe, que desistiu do casamento na última hora. Agora John, antes animado com a presença da menina em seu carro, fica com medo do que pode acontecer se esconder e ajudar Georgeanne, e resiste com todas as forças ao desejo de tê-la. Bom, mas como eu acho que você já presume a força de vontade de John de nada adianta, e naquele mesmo dia, ele e Georgeanne ficam juntos. Na manhã seguinte nosso jogador de hóquei mesmo encantado pela mocinha com medo que estragar sua carreira de vez tendo um caso com a mulher do chefe compra uma passagem de avião para que Georgeanne desapareça de sua vida para sempre. E é depois dessa grande decepção que Georgeanne conhece Mae.
Mais uma passagem de tempo, desta vez passam-se sete anos, e nos deparamos com Georgeanne sócia de Mae no bufê em que sete anos atrás em Georgie havia pedido um emprego de assistente de cozinha. Nesta etapa da vida de nossa protagonista ela já não é mais aquela menina sonhadora, meiga, confusa, assuntada e frágil. Conquistou seu espaço, tem sua casa própria, carro, dona de um negócio próspero, aprendeu a não envergonhar-se da dislexia e lidar com ela. Mas o mais importante é que Georgeanne finalmente conseguiu preencher o espaço vazio que tinha em seu coração, depois de tantos abandonos; a morte da avó, o abando dos pais e do único homem que amou de verdade, conseguiu isso com o nascimento da filha Lexie, a quem ela dedica todo amor, e cria com conforto e dignidade. O que Georgeanne não imaginava é que aquele ditado de que o passado sempre volta é verdade, e um dia, em um dos eventos de seu bufê John e Georgeanne reencontram-se, o jogador agora mais maduro fica contente em vê-la, mas Georgeanne não, nervosa e querendo livrar-se rapidamente de John nossa personagem literalmente foge dele e deixa cair seu talão de cheques. John agora curioso sobre a vida de Georgeanne resolve ir pessoalmente entregar o talão de cheques e lá, conhece Lexie, a filha de seis anos de Georgeanne. Ela parece muito com a mãe, falante pelos cotovelos. Georgeanne demorava séculos para sair do banho, quem havia aberto a porta para John e o acompanhava até que a mãe saísse do banho era Lexie, e John pelo ócio da espera, começou a prestar atenção na menina, fazendo contas, descartando a paternidade de Virgil e observando a fisionomia da menina deu-se conta de que a pequena era sua filha.


Bom, ai que resenha gigante! É isso chega de Spoiler! Tá, se bem que, eu só contei uma sinopse mais detalhada do livro para vocês, mas daí para frente é com vocês, leiam!
O que posso dizer é que adorei o livro, Lexie é encantadora e a história é muito palpável e doce, como eu disse no começo, este é apenas o primeiro livro de muitos que virão da Rachel.

Mil Beijos!!!

Dados do livro
Título: Simplesmente Irresistível
Autor: Rachel Gibson
Editora: Jardim dos Livros
Número de páginas: 389
Paperback

Por: Fernanda Gonçalves

Conheça também esses posts!

0 comentários

Instagram