Eu quase chorei e "A Culpa é das Estrelas"

Alguns meses atrás me apaixonei pela narrativa de John Green, sim aquele autor de "A Culpa é das Estrelas", e adivinhem ...


Alguns meses atrás me apaixonei pela narrativa de John Green, sim aquele autor de "A Culpa é das Estrelas", e adivinhem qual livro me fez apaixonar por sua narrativa? Sim, o próprio citado algumas palavras atrás, ele tem uma narrativa que consegue prender a gente desde o comecinho do livro, é envolvente, emocionante, e faz chorar também. (Ps: Quando cheguei ao final do livro só não chorei, pois haviam pessoas a meu redor, senão fosse isso teria chorado horrores, tive que me segurar).
Bom vou contar um pouquinho da história para vocês, a personagem principal e narradora da história é Hazel Grace, uma jovem prestes a completar dezessete anos de idade e desde os treze sofre com um câncer na tireoide que evoluiu para uma metástase no pulmão e faz com que ela tenha que andar com um cilindro de oxigênio e uma cânula no nariz para conseguir respirar.  Os médicos estão convencidos que ela está deprimida já que passa muito tempo pensando na morte, sendo assim ela tem que frequentar um Grupo de Apoio liderado por Patrick, o único adulto. Segundo Hazel, a única coisa que salvava o grupo era um menino chamado Isaac, com quem ela nunca conversava verbalmente, apenas por meio de suspiros e que tem um câncer nos olho, que o fez perder um olho e agora está prestes a lhe levar o outro.
Em uma quarta-feira, Hazel está determinada a ficar em casa e assistir America’s Next Top Model, porém, depois da insistência de sua mãe, acaba indo assim mesmo. É nesse dia que ocorre a reviravolta da história dela: Ela conhece Augustus Waters, um garoto com Osteosarcoma em remissão e melhor amigo de Isaac, por quem ela não consegue evitar se apaixonar.  Em um aspecto eles dois são muito diferentes: Augustus teme o esquecimento e está desesperado por deixar uma marca no mundo. Hazel, por outro lado, não se importa com isso, ela acha que é uma bomba-relógio e que quanto menos pessoas ela machucar quando explodir, melhor. Além disso, ela vê o esquecimento como inevitável para todos.
A partir desse ponto, os dois se tornam o casal mais lindo de toda a história literária desde Romeu e Julieta, eu exagerei um pouco agora, mas não sei descrever de outra forma, eu queria poder contar muuuuuito mais sobre essa história, mas não vou estragar a surpresa, e claro que recomendo que leiam esse livro e a quem já leu aposto que estão ansiosos pelo filme, sim galera, o filme sobre esse livro está sendo produzido e será lançado em junho deste ano, mal posso esperar, tenho acompanhado por algumas redes sociais do autor e parece que o filme vai ser tão lindo quanto o livro, mas acho que não será tão perfeito quanto ele, vou deixar o trailer para vocês darem uma olhada.

Ah uma coisa, tenho lido outros livros de John Green ao todo são seis livros, li três e pretendo postar a resenha aqui para vocês nas próximas semanas!
Por: Yasmim Aguiar

Conheça também esses posts!

0 comentários

Instagram