Entrevista com Cal Titanero

Você conhece a Cia Loucos do Tarô? E Nelson Rodrigues? A Companhia Loucos do Tarô adaptou a peça " Viúva, porém honesta ", de...


Você conhece a Cia Loucos do Tarô? E Nelson Rodrigues? A Companhia Loucos do Tarô adaptou a peça "Viúva, porém honesta", de Nelson Rodrigues, para um grande musical. A peça ganhou o prêmio de melhor atriz, melhor atriz coadjuvante, melhor direção e melhor figurino no Festival da Cidade do Rio de Janeiro.

O LazCult fez uma entrevista com Cal Titanero, um dos fundadores da Cia, para conhecer um pouco mais sobre a companhia e saber como foi o preparo dessa adaptação.

Confira:


LazCult: Porque Nelson Rodrigues?
Cal: "Sempre fomos fãs de Nelson Rodrigues e quando conhecemos o Sacha, neto do autor, encontramos a parceria perfeita para a realização desse trabalho, escolhemos iniciar a pesquisa em cima da obra rodriguiana com a critica do falso moralismo da sociedade e da mídia, assim escolhemos a peça “Viúva, porém honesta” para ser a primeira montagem dentro desse núcleo da Cia."

LazCult: Como foi o processo de adaptação?
Cal: "Queríamos pegar a critica da peça e atualizar para um momento mais próximo, então transformamos a redação do jornal em um programa de tv com referencia no programa do Chacrinha e no carnaval, uma festa bem popular no Brasil, com isso, colocamos elementos brilhantes e referencia das marchinhas nas músicas da peça. Mas o mais interessante é que mesmo com toda a adaptação, não mexemos no texto original, mostrando o quão é atual a dramaturgia de Nelson Rodrigues."


LazCult: Como foi o processo de incorporação dos personagens?
Cal: "Foi um processo de quase um ano, estudamos onde os personagens se encaixariam dentro da proposta de programa de tv e dentro do carnaval, o resultado creio que está sendo apresentado agora e até reconhecido, pois a Stella Portieri que interpreta a Viúva foi ganhadora do Prêmio de Melhor Atriz no Festival de Teatro da Cidade do Rio de Janeiro, a Gabriela Portieri que fez a madame Cricri também recebeu o prêmio como atriz coadjuvante e o Raphael Ferreira e o Leandro Galor que interpretam o Dr. Otorrino e o Dr. JB., respectivamente, foram indicados, ou seja compensou todo o esforço que não para, assim que acabar a temporada, retornamos aos ensaios para as apresentações em 2014.


LazCult: De onde surgiu o nome "Loucos do Tarô"?
Cal: "O louco no tarot, dentre os diversos significados, existe a palavra ator e andarilho e escolhemos esse nome, pois nos propusermos a ser um grupo de atores que pesquisam por diversas linguagens teatrais."

LazCult: Qual o total de pessoas que compõe o elenco da Cia Loucos do tarô?
Cal: "Hoje estamos divididos em núcleos de trabalho e pesquisa, ao todo somos em 21 atores."


LazCult: Qual dos oito espetáculos teatrais foi o que possuíram mais dificuldade para produzir?
Cal: "Com certeza, o Viuva, porém honesta, pois trazer música para a proposta de teatro de revista que nos propusemos a fazer, foi bem complicado, visto que somos atores que cantam e não cantores, com isso, o trabalho de preparação musical e coreografia foi bem árduo para que chegássemos a um ponto satisfatório."


LazCult: Existe alguma dica que queira dar para quem deseja iniciar ou seguir carreira no teatro?
Cal: "Levar o trabalho a sério, tratar o teatro igual qualquer tipo de trabalho e se jogar, assistir peça, fazer contato, estudar bastante."

Por: Géssica Carvalho

Conheça também esses posts!

0 comentários

Instagram