Grafite é arte

Grafite é igualdade! O Brasil é conhecido por suas belezas naturais e por ser um país livre de expressão, se pararmos para pensar d...

Grafite é igualdade!


O Brasil é conhecido por suas belezas naturais e por ser um país livre de expressão, se pararmos para pensar de certa forma sim, mas existe uma ideia de liberdade não à liberdade, pois ainda somos oprimidos pela sociedade. Quando uma pequena massa sai do padrão para expor seus ideais nem sempre suas ideias são bem vistas ou levadas com a devida atenção, que mostraremos a vocês que há uma forma predominante de expressão em nosso cotidiano e o que nos falta é abrir bem os olhos para essa nova realidade, que em vez de guerra esta sendo usada a arte nessa batalha pela verdadeira liberdade.

Iremos mostrar para vocês a história do Grafiteiro Harry Borges de 27 anos de idade, morador do Residencial Cocaia, que aos 8 anos de idade descobriu o seu grande talento.

LazCult: Que tipo de artista você é?
Harry Borges: "Alternativo eu acho, não sei intitular isso."

LazCult: Quais foram suas influências? 
Harry Borges: "Minhas maiores influências no grafite inicialmente foram os Grafiteiros Niggaz e o Jerry, mas atualmente as inspirações são varias."


LazCult: Na sua comunidade tem incentivo a arte?
Harry Borges: "O incentivo a arte é o Grafite."

LazCult: Você vive do Grafite?
Harry Borges: "Tudo que sou provém do Grafite, trabalho na área social e a arte esta sempre me proporcionando vivencias incríveis."

LazCult: Que trabalhos você já fez?
Harry Borges: "Já realizei trabalho para a Coca Cola, expus para o dia de erradicação da violência contra a mulher, participei da exposição do dia do Grafite em 2011 na Ação educativa. Pintei muros do metrô e CPTM junto a coletivos. Diversas experiências como desfile de moda e exposições em casas noturnas da Rua Augusta."


LazCult: Você acha que existe preconceito com o Grafite nos dias atuais?
Harry Borges: "Acredito que existe preconceito sim e de certa forma acho muito positivo esse preconceito, pois serve para pensarmos acerca da visão real das pessoas, talvez seja a única coisa boa a ser tirada e nos possibilita a pensar sobre nossa postura e para as pessoas saberem que a vida de artista não é só glamour."

LazCult: O que você quer passar para o público com suas imagens?
Harry Borges: "Já quis passar muitas coisas, atualmente quero apenas pintar e ser feliz fazendo o que sei melhor. Se tem uma coisa a ser passada é apenas minha arte para as pessoas interpretarem da melhor ou pior  forma possível."

LazCult: O que você gostaria de realizar através do Grafite que ainda não realizou?
Harry Borges: "Acho que para eu realizar a minha arte  será com viagens internacionais e viver única e exclusivamente ela."


LazCult: O que falta pra você conseguir?  Patrocínio?
Harry Borges: "Acho que a falta de capital é predominante para não realização desse desejo. Mas não sonho com patrocínio."

LazCult: Você tem alguma mensagem para passar pra galera que esta começando a Grafitar?
Harry Borges: "Resistência porque a luta é árdua e esta apenas começando, desistir é burrice e só saberemos se vai dar certo ou não é seguindo até o fim."

Ao sair de casa olhe em volta, você encontrará muito mais do que pensa,  do que imagina, mas olhe com a mente aberta e procure entender que viver em sociedade é estar propício a muitos acontecimentos, é lutar por ideias, é se manifestar, transmitir no olhar a justiça e promover a igualdade.    

Por: Bianca Willms
Fotos: Harry Gênesis 12

Conheça também esses posts!

0 comentários

Instagram