Dizer “você é linda” também me incomoda André Miranda!

De uns tempos pra cá comecei a ver muitas matérias relacionadas ás agressões verbais que nós mulheres sofremos diariamente e gostaria de da...

De uns tempos pra cá comecei a ver muitas matérias relacionadas ás agressões verbais que nós mulheres sofremos diariamente e gostaria de dar minha opinião sobre o assunto.

A revista Época publicou uma pesquisa mostrando que as mulheres têm medo de andar sozinhas por causa das agressões verbais – e físicas – que recebem dos homens. 

Nunca tinha parado para pensar no assunto mas a partir daí comecei a prestar mais atenção nas minhas atitudes e percebi que escolhia minha roupa de acordo com o lugar que iria. Até aí é normal, mas percebi que evitava ao máximo roupas curtas/coladas/chamativas quando ia á um lugar sozinha.

E lá no fundo na minha mente o motivo era realmente para “ninguém ficar mexendo” comigo.


Eu odeio isso!

Odeio quando um desconhecido me chama de Linda!
Odeio ouvir Fius Fius quando passo na rua!
Odeio ouvir os Bii Biiis dos carros quando passo na avenida!

André Miranda publicou em um artigo no OGlobo dizendo que á vezes os homens não sabem como chegar nas mulheres que acham bonita, ele diz: 

Eu odiaria viver num mundo em que não posso ver uma moça bonita na rua e dizer para ela o quanto ela é bonita. Apenas uma simples frase: “Moça, você é muito bonita, sabia?” Talvez não passe disso, talvez nós nunca mais nos vejamos, mas, por alguns segundos, em nome da possibilidade de eternizar aquele instante, deu vontade de me expressar. Ponto, isso é uma cantada.” 

É claro que o artigo tem todo um contexto, mas por mais argumentos que ele me mostre eu não concordo. Eu por exemplo tenho namorado e me incomoda quando um ser estranho vem e diz: “Que princesa heim” ou então como esses dias eu estava atrasada e correndo ouço um “corre amorzinho”.

Não é legal!

Por mais “fofo” que seja, não é agradável.

Indagando, por que ao invés de um “como você é bonita” os homens não mudam a tática para um “Bom dia”, “Boa tarde” e  “Boa noite” ? sem mais. Uma educação apenas, como nos tempos antigos. Nunca vi uma mulher ver um homem bonito na rua e soltar um: “Ô lá em casa viu!” ISSO NÃO É LEGAL. Pelo menos pra mim.

O texto que mais me inspirou a escrever sobre o tema foi o de Gustavo Magnani.

 Que se encerra com a frase:

 “O homem, a noite, tem medo de ser assaltado. A mulher, de ser estuprada.

Por: Jéssica Suellen

Conheça também esses posts!

0 comentários

Instagram