Estilista Clô Orozco deixa o seu legado na moda

Nesta quinta-feira (28/03), houve uma grande perda para mundo da moda, a estilista Clô Orozco foi encontrada morta em Higienópolis, Rio de J...

Nesta quinta-feira (28/03), houve uma grande perda para mundo da moda, a estilista Clô Orozco foi encontrada morta em Higienópolis, Rio de Janeiro, onde morava.




Clotilde Maria Orozco de García, mais conhecida como Clô Orozco, referência da moda e da alta costura brasileira, fundou as marcas de sucesso Huis Clos, criada em 1979, e da grife Maria Garcia.

Reconhecida pelo talento, elegância e delicadeza, as marcas francesas Hermès e Lanvin eram as favoritas da estilista. Em trinta anos de carreira, Clô fez as roupas que ela mesma gostaria de vestir, equilibrando universos opostos: o esporte feito com tecidos nobres; o feminino atenuado pelo masculino; o Ocidente e o Oriente; o bordado para usar de dia, e o tecido de alfaiataria no vestido de noite.



Atualmente, a marca é comandada pela estilista Sara Kawasaki, 28 anos, que passou a ser responsável pela criação das coleções. Clô manteve-se na direção-geral da grife, passando a concentrar-se mais na gestão dos negócios.


A marca Maria Garcia, que propõe atitude, conforto e qualidade, surgiu em janeiro de 2001, como grife "filha" da Huis Clos. As peças são, ao mesmo tempo, urbanas e campestres, despretensiosas e com personalidade. A mulher Maria Garcia é curiosa, gosta de descobertas, mas não precisa de vulgaridade para seduzir, e frequentemente dá um toque de humor e rebeldia no visual que é uma de suas formas de expressão. Usa vestido de seda com tênis e bermuda com salto alto, se enfeita com pérolas e imitação de peles.



A estilista de 62 anos passava por um momento de crise nos negócios, que a impediu de participar das últimas semanas de moda. Atualmente, a Huis Clos tem três lojas em São Paulo e 25 pontos de venda em lojas multimarcas distribuídas pelo país.


Clô Orozco também é responsável pela tradução do livro infanto-juvenil “Diferente como Chanel”, da norte-americana Elizabeth Matthews, que (6) conta a trajetória da célebre estilista Coco Chanel.


Por: Elaine Munhoz

Conheça também esses posts!

0 comentários

Instagram