Entrevista com a tatuadora Madhava Zamberlan

Entrevistamos a tatuadora Madhava Zamberlan, ela tem 26 anos, e tatua há 5. Trabalha no estúdio Novo Arte. LazCult:   Quando foi que ...


Entrevistamos a tatuadora Madhava Zamberlan, ela tem 26 anos, e tatua há 5. Trabalha no estúdio Novo Arte.

LazCult: Quando foi que começou a tatuar, de onde surgiu o interesse?


Madhava: "Eu fui chamada para fazer assistência, na época eu tinha 16 anos, e então comecei a trabalhar em estúdio. Antes eu não tinha nenhum contato com tatuagem, mesmo trabalhando em estúdio, com o tempo comecei a desenvolver desenhos, mas demoraram 5 anos para eu começar a tatuar. Sempre admirei pessoas que tinham tatuagem, eu tinha vontade, mas na época eu era muito nova e isso acaba limitando muito ."

LazCult: Há quanto tempo trabalha fazendo tatuagem?

Madhava: "No total faz cinco anos, mais ou menos, tenho uma filha de 1 ano e 8 meses, e no começo da gravidez eu parei, mas ainda fazia tatoos, não tantas, mas ainda fazia."

LazCult: Como foi fazer a sua primeira tatuagem em um cliente e em você?

Madhava: "Bom, em mim, como eu já trabalhava dentro do estúdio, eu ficava enchendo o saco para eles me tatuarem, foi tranquilo. E quando eu fui fazer em alguém, no começo eu estava meio nervosa e tensa, mas depois que eu fiz o primeiro traço, foi aí que eu tive certeza de que era isso mesmo que eu queria."

LazCult: Qual foi a primeira tatuagem que você fez?

Madhava: "Foi uma rosa na perna de uma amiga, que sempre me acompanhou. Era amiga da escola, e sempre viu os desenhos que eu fazia, e ela disse "eu vou fazer minha primeira tatoo com você", e ficou boa até."

LazCult: Como você treinava/estudava?

Madhava: "Eu desenhava, sentava e desenhava, e também olhava e analisava como os tatuadores faziam, tanto que, na primeira tatuagem que eu fiz, eles estavam perto, se caso acontecesse algo tinha alguém ali para me socorrer."

LazCult:  Qual o tipo de desenho mais difícil?

Madhava: "Pra mim, são as coisas que eu não tatuo, como por exemplo, realismo, não sei fazer e também não tenho vontade de aprender, porque isso pra mim  é uma grande dificuldade, tem que ter uma noção muito boa de luz e sombra, pra mim é difícil, pode ser porque eu nunca tenha feito curso."

LazCult: Qual parte do corpo é mais difícil de se tatuar?

Madhava: "Tem lugares, por exemplo, como o pescoço, é muito ruim, é uma região chata de se fazer, mais pela posição que a pessoa fica, e a costela também é uma parte difícil, porque você tem que esticar bastante a pele.” 

LazCult: Qual a parte mais estranha do corpo que te pediram pra tatuar?

Madhava: "No primeiro estúdio que eu trabalhei, uma das pessoas que trabalhava comigo veio e me disse "tem um cara que quer fazer uma tatoo no pênis e você pode cobrar o preço que for", e eu disse "não dá, não quero", e ainda bem que o cara não voltou mais lá. E essa tatoo não aconteceu, porque eu não iria fazer."

LazCult: Qual a parte do corpo que mais dói para fazer tatuagem?

Madhava: "Costela, o cóx, por experiência própria, estou fazendo uma nas costas e pegou um pouco do cóx, o pé também é uma região bem chata, e o peitoral é ruim."

LazCult: Quantas tatuagens você tem? Qual a primeira que você fez?

Madhava: "Ah, eu não conto mais por tatoos, eu conto por partes, eu tenho os braços, as costas, as pernas, os pés e tenho na mão. A primeira que eu fiz foi uma borboleta na perna, quando eu tinha 16 anos. Na verdade, eu queria era fazer o peitoral, mas como era minha primeira tatoo, o pessoal me aconselhou a fazer em um lugar mais discreto, para se caso eu me arrependesse, não fosse um grande problema."

LazCult: Que cuidados devem ser tomados após fazer uma tatuagem?

Madhava: "Eu recomendo passar uma pomada para cicatrização por cinco dias, são três dias de uso de plástico;  trocar as bandagens diariamente, três vezes ao dia;  não tomar sol, nem entrar em piscina ou mar, é bem simples. Eu, particularmente, acho que piercing é pior para cicatrizar, já a tatuagem não, na hora fica machucado, dois ou três dias, é bem simples."

LazCult: O que as mulheres mais pedem para tatuar? E os homens?

Madhava: "As mulheres pedem as coisas mais delicadas, tipo floral, com arabescos, que fica uma coisa elegante. Já os homens preferem maori, ou as japonesas. Na verdade, isso varia muito, depende do estilo."

LazCult: O que você gosta mais de tatuar?

 Madhava: "Eu gosto mais de old school, na verdade é um estilo mais simples no qual você começa a tatuar, para depois se aprimorar em outros estilos como, japonês, realista, etc. Mas o estilo que sigo mesmo é o old school."

LazCult: Uma última pergunta, qual a dica que você dá pra quem não tem tatuagem ainda e quer fazer?

Madhava:  "É sempre importante a pessoa escutar o profissional, às vezes a pessoa tem uma ideia, quer fazer um desenho que no papel é legal, mas pra passar para a pele não funciona, sabe? É sempre importante escutar um profissional."

Essa foi a entrevista com a Madhava. Abaixo, você confere alguns dos trabalhos da artista. 





Por: Yasmim Aguiar

Conheça também esses posts!

0 comentários

Instagram