Entrevista com o criador da Turma da Mônica, Mauricio de Souza.

Nascido em 1935, na cidade de Santa Isabel, Estado de São Paulo, Maurício de Souza criou seu primeiro personagem em 1959 e até hoje a t...


Nascido em 1935, na cidade de Santa Isabel, Estado de São Paulo, Maurício de Souza criou seu primeiro personagem em 1959 e até hoje a turma da Mônica faz sucesso entre gerações, passando de pai para filho. Suas criações chegam a cerca de 30 países, respondendo por 86% das vendas do mercado de quadrinhos.

Maurício recebeu, em 1998, uma medalha por Direitos Humanos do Presidente da República do Brasil, Fernando Henrique Cardoso, por sua preocupação em ensinar, orientar e informar de forma leve e bem - humorada.

A Turma da Mônica, em homenagem aos seus 50 anos, recebeu uma música composta por Claudia Leitte. E não para por ai não, o LazCult realizou uma entrevista com o próprio Mauricio de Souza, Confira.


LazCult - Como começou a Turma da Mônica?
Mauricio: Com minhas lembranças de amigos e brincadeiras de criança. Cresci em Mogi das Cruzes, interior de São Paulo. E minha rua tinha tudo o que criei para o bairro do Limoeiro onde a turminha vive suas histórias.

LazCult - Quem te inspira para criar cada personagens?
Mauricio: Amigos, parentes e até personalidades. Por falar nisso acabamos de criar para a Claudia Leitte um personagem e nesse mês de março já estará nas bancas a revista do Neymar.

LazCult - Por que Turma da Mônica? 
Mauricio: A Mônica surgiu nas tiras do Cebolinha em março de 1963. Logo que entrou já arrasou. E os leitores pediam mais e mais historinhas com ela. Sucesso não se planeja, acontece. Então não foi eu quem escolheu mas os próprios leitores. Por isso o Cebolinha vive tentando voltar ao poder com seus planos infalíveis.

LazCult - Quem foi o primeira personagem a ser criada?
Mauricio: Os primeiros personagens que publiquei foram o Franjinha e o Bidu. Foi em 1959 na Folha da Manhã, atual Folha de São Paulo.

LazCult - De onde surgiu a ideia de criar um gibi?
Mauricio: Depois de alguns anos publicando tiras em jornais e suplementos infantis, resolvi que seria o momento de começar a fase de publicação de um gibi.  Em 1970, então, começamos com a revista da Mônica na Editora Abril. Depois vieram as outras revistas do Cebolinha, Magali e Cascão.

LazCult - Como explica a continuidade do sucesso da Turma da Mônica depois de anos?
Mauricio: Como meus personagens básicos são baseados em pessoas reais, houve uma identificação imediata com as crianças. Mas é muito importante falar a linguagem do dia e da hora, para que não fiquemos defasados na comunicação. Para isso temos hoje as redes sociais que permitem uma interação imediata com os leitores. Eu mesmo respondo as questões em meu twitter: @mauriciodesousa

LazCult - Além de entreter a criançada, você acha que o gibi tem o potencial educativo?
Mauricio: Claro! Toda vez que encontro pais com seus filhos,  nos eventos que  participo, dizem que aprenderam a ler pelos meus gibis e que agora são seus filhos que estão também aprendendo.  Estimular a leitura em crianças de 5 anos de idade é essencial para que elas tenham uma melhor educação.
LazCult - A Turma da Mônica no cinema pela primeira vez, o que isso significou para você?
Mauricio: Um sonho realizado. Com muito sacrifício é claro.  Fora os longas,  estamos agora produzindo muito desenho animado para televisão. TV Globo e CartoonNetwork são parceiros nessa produção.

LazCult - Pretende lançar outro filme da Turma?
Mauricio: Estamos nos primeiros estudos para o longa em 3D do Horácio.  Será para 2014 ou 2015.

LazCult - Como o público reagiu com a versão da Turma da Mônica, a jovem? Recebeu criticas?
Mauricio: Alguns leitores antigos não gostaram a princípio. Mas depois de saberem que a turminha clássica não acabaria ficaram mais tranquilos. A verdade é que o público jovem gostou tanto que a revista hoje é a maior tiragem do ocidente nos quadrinhos.

LazCult - Pensa em um novo projeto para a Turma?
Mauricio: Depois do casamento da Mônica com o Cebola que fez muito sucesso, pretendo desenvolver a Turma da Mônica Adulta. Será uma série estilo folhetim, como uma novelinha, onde os personagens envelhecem junto com os leitores. Podem começar com 25 anos e a cada ano vão envelhecendo. Para isso já converso com autores de novela. E para esse ano teremos diversos eventos comemorando os 50 anos da personagem Mônica. Exposições, edições especiais, eventos em todo o país e lançamento de diversos produtos de época farão de 2013 inesquecível para os fãs da dentuça.
Já começou com a Claudia Leitte criando uma música para a Mônica no carnaval de Salvador.

Assim como eu, espero que tenham gostado desse bate-papo com Mauricio de Souza. E não deixe de conferir outras entrevistas no LazCult.

Por: Géssica Carvalho

Conheça também esses posts!

0 comentários

Instagram