A arte de se tatuar

A tatuagem (ou Tattoo) é uma arte mundialmente conhecida e adepta por milhares de pessoas ao redor de todo o mundo. Essa arte chegou n...



A tatuagem (ou Tattoo) é uma arte mundialmente conhecida e adepta por milhares de pessoas ao redor de todo o mundo. Essa arte chegou no Brasil por volta dos anos 60 na cidade de portuária de Santos introduzida pelo dinamarquês Knud Harld Likke Gregersen (também conhecido como Lucky Tattoo), que montou seu Studio nas proximidades do cais, onde na época era a zona de boemia e prostituição da cidade de Santos que contribuiu bastante para o preconceitos e discriminação da atividade.
Hoje em dia, graças a informação, a tatuagem vem atingindo todas as camadas da população brasileira e do mundo, assim diminuindo o preconceito e a discriminação, principalmente entre os jovens que são adeptos a arte de se tatuar.  A faixa média de idade de quem faz sua primeira tatuagem é de 18 anos, pois é a idade em que o jovem tende a expressar sentimentos como o amor, sexualidade, desafetos, individualidade, entre outros sentimentos.

Existem diversos estilos de tatuagens, sendo algumas das mais conhecidas, que a tatuagem realista, tribal e oriental.

- Realista: Esse tipo de desenho imita a realidade, podendo ser representado um ser humano ou animais.

- Tribal: Geralmente, esse tipo de tatuagem é feito em preto e com motivos tribais, assim como tribos norte-americanas, haidas, maias, incas, astecas, geométricas ou abstratas.

- Oriental: Esse estilo de desenho, normalmente, se utiliza o corpo todo e vem de origem oriental, assim como samurais, gueixas e dragões.

Para aqueles que querem fazer sua primeira tatuagem vai ai uma dica do Henrique Santos, que é adepto da arte e já fez três tatuagens.


"Não faça tatuagens seguindo modismo e muito menos sair tatuando um símbolo qualquer que você tenha visto em qualquer lugar sem saber o significado. É bom fazer uma pesquisa, tanto para símbolos religiosos quanto pra tatuagens usadas como forma de código por facções criminosas. E claro, escolha primeiro um lugar que doa pouco, como os braços, assim não traumatiza. Outra coisa é, evitar tatuagem de nome ou rosto de namorados, ou mesmo de marido ou esposa. Você não sabe se vai continuar com aquela pessoa mesmo amanhã.
E no caso da foto, ainda corre o risco do tatuador tentar fazer uma arte que não dê certo, e o quê era a foto de um príncipe ou uma princesa, vira um filhote de tribufu com cruz credo no seu peito por exemplo. E aí não tem borracha (risos).Tem muito tatuador que atende a domicílio, mas não é o ideal, prefira um estúdio e busque referências desse estúdio com quem já frequentou. Minha primeira tatuagem saiu torta, na época eu não sabia, mas o cara onde eu fui não sabia desenhar. Ele passou o desenho no pc, imprimiu, passou uma solução pra fazer um "adesivo" do desenho, e passou a agulha por cima. E AINDA CONSEGUIU ERRAR!
Então, não se esqueça de buscar referências antes de mais nada."





Por: Géssica Carvalho


Conheça também esses posts!

0 comentários

Instagram