Para sempre Sparks

Um livro que mais me identificou até hoje foi o “Diário de uma Paixão”, escrito por Nicolas Sparks. Uma história que reúne amor, paixão,...


Um livro que mais me identificou até hoje foi o “Diário de uma Paixão”, escrito por Nicolas Sparks. Uma história que reúne amor, paixão, decepção e uma triste realidade que, querendo ou não, nós desejamos. O que seria da vida sem um pouco de drama?


O personagem principal lembra-se de sua história de vida e assim é desenrolado o enredo do livro.

Uma vida comum, um amor desigual e momentos que fizeram sua existência ser lembrada; ele sofreu, desejou muito ter ao seu lado a única mulher que verdadeiramente amou e aguentou perde-la mais de uma vez. Ninguém explica o amor, não há uma pessoa que descreva esse sentimento diferente da outra, ele é único, e não acaba.
Nicholas prova que mesmo que uma pessoa tente mascarar este sentimento, ele volta, porque ele sempre esteve lá.

Sparks faz com que o leitor acredite no amor, o leva a valorizar os momentos da vida. E esse, como todos os outros livros magníficos dele, não são totalmente fictícios e o que mais reconforta é que essa história cheia de superações e sentimentos, pode realmente acontecer.

Por: Carol Euzebio

Conheça também esses posts!

0 comentários

Instagram