“Guerra e Paz, de Portinari”

Exposição no Memorial da América Latina é prorrogada até o dia 20 de maio.                                              Foto: Eduardo...

Exposição no Memorial da América Latina é prorrogada até o dia 20 de maio.


                                             Foto: Eduardo Rascov
Essa é a primeira vez que o público confere os painéis de 14m x 10m de Guerra e Paz de Cândido Portinari.

A exposição que já foi vista por mais de 120 mil pessoas,  conta também com a mostra os estudos do pintor para as obras, há interfaces digitais, projeções com vídeos com tecnologia de ponta, documentos histórico e fotos que contam a trajetória de criação dos painéis. Uma linha do tempo foi criada  com imagens do pintor na sua infância e visitas guiadas e programação de oficinas.
Estão presentes em Guerra e Paz, de Portinari, os dois últimos maiores murais feito pelo pintor (1903 – 1962). Obras primas criadas para presentear a sede da ONU em New York que permaneceram por 54 anos.
Quem trás a exposição para o Brasil é João Candido Portinari, filho do pintor, que após a notícia de que a sede da ONU iria passar por reformas, conseguiu a guarda provisória das obras e assim conseguir mostrar ao mundo o lindo trabalho feito por seu pai Cândido Portinari.
A exposição ainda passara por Oslo na Noruega para a entrega do Prêmio Nobel da Paz em dezembro de 2012 e só em agosto de 2013 é que os painéis voltam para a sede da ONU.
Guerra e Paz, de Portinari



Exposição dos painéis pintados por Candido Portinari
Período: 7 de fevereiro a 20 de maio de 2012
Local: Fundação Memorial da América Latina,
Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664,
Salão de Atos, Galeria Marta Traba e Biblioteca Latino-americana Victor Civita.
Horário: terça a domingo, das 9h às 18h
ENTRADA FRANCA

Por: Jéssica  França

Conheça também esses posts!

0 comentários

Instagram